Tamanho do texto

Autoridade monetária apontou a alta nos preços e as expectativas de uma aceleração na inflação para justificar a elevação de 0,25 ponto porcentual na taxa de juros

Agência Estado

O banco central da Rússia surpreendeu e elevou hoje sua taxa básica de juros, citando a alta nos preços e as expectativas de uma aceleração na inflação. A taxa de refinanciamento foi elevada em 0,25 ponto porcentual, para 8,25%, no primeiro aperto desde abril de 2011.

A taxa de recompra no overnight também foi elevada em 0,25 ponto porcentual, para 5,5%. E a taxa de depósito overnight subiu 0,25 ponto porcentual, para 4,25%. Todas as mudanças entram em vigor amanhã.

Segundo o Banco da Rússia, a inflação em agosto e no começo de setembro superou "as metas de médio prazo". "As mudanças observadas nos mercados de alimentos no mundo e na Rússia, levando em conta o retorno de grandes safras neste ano, são uma fonte significativa de riscos inflacionários", disse o banco central em comunicado.

A meta do banco central russo para a inflação este ano é de 5% a 6%. No dia 10 de setembro, a instituição disse que a taxa anual de inflação atingiu 6,3%. Já o Ministério de Economia russo estima que a inflação vai encerrar 2012 a 7%. As informações são da Dow Jones.