Tamanho do texto

Para chanceler da Alemanha, países em dificuldade da zona do euro devem tomar a iniciativa em combater seus próprios problemas

Reuters

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, afirmou que a decisão da Corte Constitucional do país nesta quarta-feira permitindo a ratificação do fundo de resgate da zona do euro sob certas condições deu segurança a legisladores e contribuintes alemães.

Tribunal Constitucional alemão aprova ratificação do fundo de resgate europeu

Mais cedo, a corte decidiu que as queixas contra o Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira (ESM) e o pacto fiscal eram amplamente infundadas, mas disse que a câmara baixa do Parlamento deve aprovar qualquer aumento futuro no compromisso da Alemanha além de 190 bilhões de euros.

"Afirmar os direitos do Parlamento dá segurança a todos nesta câmara, assim como aos contribuintes e cidadãos deste país", disse Merkel à câmara baixa do Parlamento, o Bundestag, durante o debate sobre o orçamento de 2013.

"Essa segurança é importante para o curso que estamos tomando e é por isso que digo que este é um bom dia para a Alemanha e para a Europa."

Merkel disse ainda que países em dificuldade da zona do euro devem tomar a iniciativa em combater seus próprios problemas e reiterou a visão da Alemanha que nem todos os bancos da zona do euro devem ser supervisionados por um novo regulador bancário europeu.