Tamanho do texto

Desencanto com euro se dá pela crença de que a volta da moeda aumentaria a competitividade e facilitaria o pagamento de dívidas

Agência Estado

Uma em cada cinco pessoas na Espanha gostaria de abandonar o euro e retornar à peseta, mostrou uma pesquisa publicada neste domingo. De acordo com a pesquisa da empresa de estudos sociais e de opinião Metroscopia, publicada no jornal El Pais, cerca de 21% dos espanhóis ouvidos disseram que queriam voltar a usar a peseta, moeda nacional até a troca para o euro em 2002. Em contrapartida, 70% dos entrevistados afirmaram que a Espanha deveria permanecer dentro do bloco de moeda comum. O restante declarou-se indeciso ou não quis responder.

Leia tudo sobre a Crise Econômica Internacional

O desencanto com a moeda comum europeia cresceu na Espanha e em outros países da zona do euro devido à crise de endividamento no bloco, com alguns economistas argumentando que abandonar o euro pode ajudar os países que enfrentam problemas econômicos a aumentar a competitividade, facilitando o pagamentos das dívidas.

O governo da Espanha prevê contrações de 1,5% da economia este ano e de 0,5% em 2013. A economia espanhola, quarta maior da zona do euro, cresceu apenas 0,4% no ano passado. As informações são da Dow Jones.