Tamanho do texto

"Precisamos de uma Europa que funcione efetivamente, os mercados esperam isso", declarou a chanceler alemã antes de encontrar o presidente francês François Hollande

Reuters

Hollande recebe Merkel na véspera da cúpula da UE
AP
Hollande recebe Merkel na véspera da cúpula da UE

A chanceler alemã, Angela Merkel, disse nesta quarta-feira que a situação na Europa é "grave", na véspera do início da cúpula de líderes da União Europeia (UE), mas que autoridades estavam determinadas a tomar medidas para garantir a força de sua moeda única.

Falando no Palácio do Eliseu, em Paris, antes de um jantar de trabalho com o presidente francês, François Hollande, Merkel disse que conversaria, na ocasião, "sobre o futuro político da união monetária e econômica".

"Digo que precisamos de mais Europa e acho que estamos de acordo nisso", completou.

"Precisamos de uma Europa que funcione efetivamente, os mercados esperam isso, e uma Europa onde os países ajudem uns aos outros", acrescentou.

Merkel afirmou ainda esperar que a cúpula da UE, que começa na quinta-feira, produza um pacto para estimular o crescimento econômico na Europa.

(Por Sarah Marsh e Noah Barkin)


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.