Tamanho do texto

Representantes dos credores devem primeiramente visitar Atenas para ver a efetividade dos programas adotados para tentar recuperar a economia grega

Reuters

A União Europeia (UE) não deve tomar nenhuma decisão sobre a Grécia na cúpula desta semana, afirmou nesta segunda-feira o porta-voz do governo alemão Steffen Seibert, diminuindo as esperanças de Atenas de que o bloco pode aliviar os termos do resgate.

Espanha solicita formalmente "assistência financeira" para os bancos

Esboço de documento para cúpula da União Europeia defende união bancária

Questionado se qualquer decisão deve ser tomada sobre a Grécia na tão aguardada cúpula dos líderes europeus, Seibert disse: "Eu acho que todos os líderes europeus seguirão os procedimentos."

Seibert afirmou que autoridades dos credores da "troika" para a Grécia - UE, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI) - devem primeiramente visitar Atenas para ver quão efetivamente o programa está sendo implementado, e então informá-los.

"Baseados nisso, nós conversaremos sobre atualizações potencialmente necessárias ao programa", disse ele. "Esse é o cronograma que todos na Europa estão seguindo, portanto não esperem decisões sobre a Grécia no Conselho Europeu."

Seibert acrescentou que o encontro de quarta-feira entre a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e o presidente francês, François Hollande, também não renderá decisões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.