Tamanho do texto

Centro-esquerda grega reafirma que apoiará a formação de um governo entre democrata-cristãos e social-democratas

O partido de centro-esquerda Dimar reafirmou nesta quarta-feira que apoiará com suas cadeiras a formação de um governo na Grécia entre os democrata-cristãos do Nova Democracia e os social-democratas do Pasok; um acordo que esperam fechar ainda nesta quarta-feira.

Mais:  Eurogrupo põe a Grécia contra a parede: ou cumpre medidas ou sai do euro

"O apoio ao governo depende do programa político do governo. Os representantes do Dimar exigem que sejam revogadas as reduções de salários e pensões que provocam tantos problemas à sociedade", declarou hoje o líder do partido, Fotis Kouvelis, depois de se reunir com Antonis Samaras, líder do Nova Democracia.

Kuvelis explicou que espera que hoje se termine de redigir o programa de governo e que se possa formar finalmente um Executivo. O dirigente centrista anunciou que o comitê central de seu partido decidiu hoje dar seu respaldo às formações partidárias de manter, embora modificado, o acordo de austeridade com a União Europeia, mas sem fornecer ministros ao Gabinete, informou o jornal "Kathimerini".

A expectativa é que esta formação de centro-esquerda solicite que o Gabinete inclua várias pessoas próximas ideologicamente ao partido, entre eles os atuais ministros do Interior, Trabalho e Agricultura. Está previsto que Kuvelis se reúna logo mais com o dirigente do Pasok, Evangelos Venizelos, e a imprensa grega aponta que é possível que os três dirigentes se vejam hoje mesmo para concordar a constituição do Executivo. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.