Tamanho do texto

Países expressaram a intenção de trabalharem com o novo Governo grego, vencedor das eleições deste domingo

O Grupo dos Sete (G7, formado por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido) disse que "é do interesse de todos que a Grécia permaneça na zona do euro", respeitando seus compromissos. Os países expressaram a intenção de trabalharem com o novo Governo grego, vencedor das eleições deste domingo.

MaisConservadores gregos querem alterar termos de resgate

"Aplaudimos o compromisso da zona do euro de trabalhar em associação com o próximo Governo grego para assegurar que continua no caminho da reforma e da sustentabilidade dentro da zona do euro", acrescentou o comunicado. O comunicado dos países mais industrializados do mundo foi divulgado poucas horas antes de se iniciar na cidade mexicana de Los Cabos uma Cúpula do G20 (que reúne o G7 com as principais economias emergentes do mundo) centrada na crise financeira europeia.

LeiaApós alívio na Grécia, G20 quer fortalecer euro e economia mundial

Segundo os últimos dados, a legenda conservadora Nova Democracia (ND), liderada por Antonis Samaras e partidária de permanecer na zona do euro, ganhou as eleições realizadas neste domingo na Grécia, derrotando os partidários de uma eventual saída do país da zona do euro. Os principais analistas apontam que a ND formará um Governo de coalizão com os socialistas do Pasok, a opção preferida pelos líderes europeus. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.