Tamanho do texto

Iniciativa acontece antes de conversas-chave com líderes da zona do euro, de acordo com uma reportagem deste domingo do Le Journal du Dimanche

O presidente da França, François Hollande, propôs um "pacote de crescimento", no valor de 120 bilhões de euros, antes de conversas-chave com líderes da zona do euro, de acordo com uma reportagem deste domingo do Le Journal du Dimanche.

Em uma carta enviada a seus pares europeus na quinta-feira, à qual o jornal disse ter acesso, Hollande propôs uma série de medidas, incluindo uma taxa de transação financeira e investimentos para impulsionar a criação de empregos.

O documento foi enviado no momento em que Hollande se prepara para embarcar em conversas com o objetivo de mudar o foco da política econômica da zona do euro de austeridade para crescimento, culminando na cúpula da União Europeia (UE) nos próximos dias 28 e 29, em Bruxelas, na Bélgica.

Os 120 bilhões de euros viriam, de acordo com a carta, de três fontes: 55 bilhões de euros do fundo estrutural europeu, 60 bilhões de euros do Banco Europeu de Investimento (BEI) e 4,5 bilhões de euros em títulos para projetos de infraestrutura. O jornal também informou que Hollande aceitou a rejeição da Alemanha aos chamados eurobônus.

As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.