Tamanho do texto

Agência justifica sua decisão pelo provável apoio que o Governo cipriota teria de dar aos bancos do país em caso de saída da Grécia da zona de moeda comum

A agência de classificação de risco Moody's rebaixou durante a madrugada desta quinta-feira a nota de solvência da dívida soberana do Chipre em dois graus, de "Ba1" a "Ba3", e alertou para um novo rebaixamento do rating do país.

MaisMoody's rebaixa rating da Espanha em 3 degraus, para "Baa3"

A Moody's baseia sua decisão nas potenciais consequências para a economia cipriota da saída da Grécia do euro, que, segundo a agência, é uma eventualidade cujas probabilidades aumentaram. A agência justifica sua decisão também pelo provável apoio que o Governo do Chipre teria de dar a seus bancos nesse caso.

TambémChipre mira UE e outros em busca de melhores termos para ajuda

Na terça-feira, a Moody's rebaixou a nota de dois bancos cipriotas e colocou em perspectiva negativa a segunda maior entidade financeira do país, que desponta como o próximo europeu a recorrer a um resgate financeiro para seus bancos. As autoridades cipriotas já advertiram da necessidade de recapitalizar os bancos do país e da possibilidade de solicitar ajuda da União Europeia antes do fim de junho. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.