Tamanho do texto

Grupo está buscando aprovação da Comissão Europeia para levantar os recursos

O grupo franco-belga Dexia precisa de 90 bilhões de euros em garantias e está buscando aprovação da Comissão Europeia para os recursos, afirmou o presidente-executivo, Pierre Mariani, nesta sexta-feira.

O Dexia foi forçado a vender a unidade turca Denizbank ao russo Sberbank para cumprir as exigências de capital, disse o executivo em uma coletiva de imprensa em Istambul.

A venda do Denizbank, por 2,8 bilhões de euros, aumenta o capital de tier 1 em 4% a 5%, disse ele.

Mariani afirmou ainda não ter visto atrasos para a venda do Dexma, unidade municipal de financiamento do Dexia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.