Tamanho do texto

Com piora da crise na zona do euro, a nota do governo espanhol foi reduzida nesta quinta-feira para "BBB", mesma classificação atribuída à dívida brasileira

A agência de classificação de risco FitchRatings cortou sua avaliação para a dívida do governo espanhol em três níveis, para "BBB", e sinalizou que poderia rebaixá-la ainda mais ao colocar o país em perspectiva negativa. Com o rebaixamento, a Espanha caiu para o mesmo nível do Brasil, que teve sua nota elevada de "BBB-" para "BBB" em abril de 2011.

Veja também:  Fitch reitera nota do Brasil e vê futuro estável

A nota espanhola foi rebaixada de "A" para "BBB" para a dívida de longo prazo em moeda estrangeira e em moeda local. O novo rating atribuído pela agência norte-americana é o mais baixo para a Espanha entre as três principais agências de classificação de risco (Standard&Poor´s, Moody´s e Fitch).

Segundo a Fitch, a Espanha tem sido particularmente vulnerável a uma piora da crise europeia, por causa de seu alto grau de endividamento externo (cerca de 90% do PIB) e da confiança frágil em sua capacidade de implementar a consolidação fiscal e a reestruturação bancária no ritmo necessário.

A agência escreveu em comunicado que "a erosão dramática" do perfil de crédito soberano e dos ratings da Espanha ao longo do último ano reflete, em parte, erros de políticas em nível europeu que, na opinião da Fitch, agravaram os desafios econômicos e financeiros diante da Espanha, à medida que o país tenta reequilibrar e reestruturar sua economia.

Já o rating espanhol de emissor de curto prazo foi rebaixado de "F1" para "F2".

(Com Reuters)

Leia mais:  Diretor da Fitch diz que EUA podem ter rating rebaixado

Leia mais notícias sobre a Crise Econômica

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.