Tamanho do texto

A crise econômica mundial continua representando uma situação extremamente preocupante e difícil, afirmou o diretor gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn.

"A situação é extremamente preocupante e difícil. É o primeiro revés em mais de 50 anos para o crescimento mundial", declarou Strauss-Kahn em uma reunião em Genebra da Organização Internacional do Trabalho (OIT), em uma referência à previsão do FMI de uma contração da economia mundial em 2009 de entre -0,5% e -1%.

"Há uma possibilidade de recuperação em 2010, mas dependerá de certas condições, assim como das políticas corajosas que os governos adotarem", acrescentou.

"É preciso agir agora estimulando a demanda, porque as políticas monetárias atingiram seus limites", concluiu.

Leia mais sobre FMI

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.