Tamanho do texto

Hong Kong, 5 fev (EFE).- A nova lista dos homens mais ricos de Hong Kong, elaborada pela Forbes, revela os estragos da crise financeira nas fortunas dos magnatas, que, nos últimos 12 meses, viram o preço de seus ativos cair pela metade.

A fortuna conjunta dos 40 homens mais ricos de Hong Kong caiu em 2009 para US$ 82 bilhões, dos US$ 179 bilhões do ano passado.

Entre os casos mais espetaculares, está o do empresário Li Ka-shing, que viu sua fortuna cair de US$ 32 bilhões para US$ 16,2 bilhões, apesar de manter a coroa de homem mais rico de Hong Kong.

Também sobressai o caso do "rei dos cassinos" de Macau, Stanley Ho, que desabou do quinto lugar de 2008 para o 19º este ano.

A fortuna líquida de Ho caiu 89%, de US$ 9 bilhões para US$ 1 bilhão.

Segundo a "Forbes", se em 2008 só entraram na lista aqueles com fortunas superiores a US$ 1 bilhão, este ano o acesso se "democratizou" o acesso e só são necessários US$ 485 milhões. EFE mch/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.