Tamanho do texto

Por Vivianne Rodrigues NOVA YORK (Reuters) - A América Latina enfrenta uma estranha combinação de atividade em desaceleração, condições externas piores, e inflação em alta, afirmou o Fundo Monetário Internacional (FMI) nesta quarta-feira.

O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da região vai passar de 5,5 por cento em 2007 para 4,5 por cento em 2008 e 3,25 por cento em 2009, disse o FMI.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.