Tamanho do texto

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) informou esta noite que foram concluídas as negociações com os sindicatos que representam os funcionários da empresa, encerrando o período de greve. Até ontem, dois dos quatro sindicatos não haviam aceitado a última proposta feita pela companhia, de reajuste salarial de 4,65%.

Devido à resistência, a greve seria julgada amanhã pela Justiça.

A paralisação da categoria começou à 0h de sábado, mas os trens operaram normalmente. Os ferroviários reivindicavam 4,44% de reajuste relativo às perdas salariais, mais 5% de aumento real.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.