Tamanho do texto

O diretor de Planejamento e Gestão de Risco do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), João Carlos Ferraz, disse hoje que o corte no Orçamento, anunciado na semana passada, não afeta a instituição. "Nosso orçamento está fora do OGU (Orçamento Geral da União)", declarou, após a abertura de seminário sobre arranjos produtivos locais (APLs), no Rio.

O diretor de Planejamento e Gestão de Risco do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), João Carlos Ferraz, disse hoje que o corte no Orçamento, anunciado na semana passada, não afeta a instituição. "Nosso orçamento está fora do OGU (Orçamento Geral da União)", declarou, após a abertura de seminário sobre arranjos produtivos locais (APLs), no Rio.

Ferraz afirmou ainda que o banco está em trajetória de ampliação da capacidade de financiamento. "A perspectiva do BNDES é de que a expansão do investimento é o que interessa para a sustentabilidade do crescimento de longo prazo do País", comentou. Segundo o diretor, nos setores de infraestrutura não há nenhuma previsão de queda de investimentos. Ele afirmou que, nas projeções do banco, nos próximos quatro anos o setor de portos deve ter crescimento de 26% e o de ferrovias, de 24%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.