Tamanho do texto

Analistas mantem a expectativa de que o juro básico da economia brasileira irá terminar 2012 em 9,5%

selo

Na primeira pesquisa Focus após a reunião de janeiro do Comitê de Política Monetária (Copom) , o mercado financeiro manteve a previsão de que a taxa Selic deve ser cortada novamente em 0,50 ponto porcentual em março, mas a previsão para abril foi reduzida. Na pesquisa Focus divulgada há pouco pelo Banco Central, a expectativa de redução do juro em abril foi reduzida à metade, passando de 0,50pp para 0,25 ponto porcentual.

Leia também: Mercado mantém previsão para taxa Selic após Copom

De acordo com a pesquisa Focus, os analistas mantiveram a expectativa de que o juro básico da economia brasileira irá terminar 2012 em 9,5%. O ritmo das quedas até chegar a esse patamar, porém, deve ser diferente do previsto há alguns dias. Na pesquisa desta segunda-feira, o mercado manteve a aposta de que o juro deve ser cortado na próxima reunião em meio ponto porcentual novamente - como ocorreu na semana passada - até chegar aos 10% ao ano em março. Já no encontro seguinte, em abril, o ritmo da redução da taxa Selic cairia para 0,25 ponto porcentual, levando o juro básico para 9,75%.

Até a semana passada, o mercado previa que o corte de abril também seria de 0,50 ponto porcentual, sendo o último do ano. Mas com essa modificação dos prognósticos para abril, o juro seguiria em 9,75% em maio e só cairia efetivamente para 9,50% em agosto. Para a reunião de julho, a mediana mostra Selic em 9,63%, o que revela um mercado dividido entre os 9,75% e os 9,50%.

O levantamento revela, ainda, que cresce a corrente do mercado que prevê aumento do juro de até 0,50 ponto porcentual já em janeiro de 2013, quando o juro subiria para 9,88% - o que revela o mercado dividido entre o aumento da taxa para 9,75% ou para 10%. Para fevereiro, já prevalece a mediana das expectativas em 10%.

Até a semana passada, o mercado trabalhava com aumento do juro de 0,25 ponto porcentual em janeiro e alta iguais 0,25pp em março, ou seja, com a Selic retornando a 10% em março de 2013.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.