Tamanho do texto

SÃO PAULO - O Comitê de Política Monetária (Copom) ratificou que a gasolina e o gás de bujão não terão aumento de preço em 2010

SÃO PAULO - O Comitê de Política Monetária (Copom) ratificou que a gasolina e o gás de bujão não terão aumento de preço em 2010. A informação consta da ata do encontro realizado na semana passada, quando a taxa básica de juro Selic foi mantida em 10,75% ao ano. Desde o início do ano, o comitê repete a projeção de reajuste zero para os dois produtos. Na ata mais recente, o Copom destacou que os preços do petróleo passaram a marca de US$ 80 o barril pela primeira vez em cinco meses e avalia ser difícil fazer previsões para as cotações dessa commodity. "A baixa previsibilidade da retomada assimétrica da economia global, a dependência do crescimento da oferta ao ritmo de maturação de projetos de investimentos arriscados, e a complexidade geopolítica do setor adicionam incerteza às previsões dos preços do petróleo", sustentou. O comitê chamou atenção ainda para o aumento dos preços das commodities industriais e commodities agrícolas, especialmente açúcar, algodão e milho. "Um fator que ajuda a explicar essas elevações tem sido o movimento de preços de moedas importantes e o crescimento da demanda global por commodities. Embora o desempenho recente das economias do G-3, que representam pouco mais de 60% do produto mundial, continue modesto, a demanda de economias emergentes por commodities tem crescido de forma robusta, contribuindo assim para a alta nos preços", conforme o texto divulgado nesta quinta-feira. (Juliana Cardoso | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.