Tamanho do texto

Serão emitidas 175 milhões de novas ações ordinárias, todas nominativas, ao preço de emissão de R$ 4 por ação

selo

A Lupatech, fabricante de equipamentos para o setor de petróleo, divulgou neste domingo, por meio de fato relevante, que seu Conselho de Administração aprovou, por unanimidade de votos, no dia 5 de abril, aumento de capital por subscrição privada no valor de R$ 700 milhões, mediante a emissão de 175 milhões de novas ações ordinárias, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal, ao preço de emissão de R$ 4,00 por ação ordinária.

O valor foi fixado levando-se em consideração a cotação média ponderada das ações ordinárias de emissão da companhia nos últimos 20 pregões anteriores ao dia 26 de dezembro de 2011, com deságio de 18,8% sobre esse valor. 

De acordo com o fato relevante, o aumento de capital poderá ser homologado parcialmente, desde que seja atingido o montante mínimo de R$ 350 milhões. Ficou decidido que a BNDES Participações (BNDESPar) e a Fundação Petrobras de Seguridade Social (Petros) terão direito de preferência para participar do aumento de capital no montante total conjunto de até R$ 300 milhões. 

A BNDESPar poderá subscrever o aumento de capital com a utilização de créditos oriundos das debêntures conversíveis de emissão da companhia, desde que a Lupatech obtenha, no aumento de capital, em moeda corrente, o equivalente ao montante mínimo de R$ 350 milhões. 

Também foram estabelecidas a subscrição e a integralização pela Oil Field Services do aumento de capital, em dinheiro, no valor de R$ 50 milhões. Foi ainda aprovada a incorporação pela Lupatech da Holding San Antonio Brasil. A GP Investimentos também participa do acordo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.