Tamanho do texto

Resultado mostra que os empresários do comércio paulistano seguem confiantes com a economia

selo

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), apurado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), apresentou leve queda de 0,1% em fevereiro ante janeiro, ao passar de 121,2 para 121,1 pontos. Apesar da retração, o resultado mostra que os empresários do comércio paulistano seguem confiantes, pois a metodologia do indicador determina que uma pontuação acima dos 100, em uma escala de 0 a 200 pontos, indica otimismo.

"O índice de expectativa permanece em patamares elevados, sendo um fator relevante para o desempenho do comércio varejista ao longo do ano", afirma a entidade, em nota.

De acordo com a FecomercioSP, a relativa estabilidade do indicador foi provocada pela queda de 4,5% no Índice das Condições Atuais do Empresário do Comércio (Icaec) - um dos itens que compõem o Icec -, que passou de 108 pontos em janeiro para 103,1 em fevereiro, e pelo ¿?ndice de Expectativa dos Empresários do Comércio (Ieec), que registrou alta de 3% no período e atingiu 153,2 pontos. O Índice de Investimento do Empresário do Comércio (Iiec) se manteve estável em 107 pontos de janeiro para o mês seguinte.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.