Tamanho do texto

Rio de Janeiro, 28 nov (EFE).- O Índice de Confiança dos Industriais (ICI) brasileiros na economia caiu de 104,4 pontos em outubro para 84,1 pontos em novembro, seu menor nível desde julho de 2003 (81,1 pontos), segundo pesquisa divulgada hoje pela Fundação Getulio Vargas.

Após cair 9,2% em outubro, o índice caiu mais 19,4% em novembro, segundo o estudo do centro de estudos econômicos.

Em comparação com novembro do ano passado, a queda foi de 30,2%.

O índice, para o qual foram consultados 1.112 industriais de todo o país, reflete a confiança dos empresários em uma escala que vai até 200 pontos, na qual são considerados resultados positivos os localizados acima de 100 pontos.

"A piora do ambiente de negócios, verificada em todos os critérios que compõem o índice de confiança industrial, mostra uma desaceleração da atividade econômica em novembro e maior disseminação de expectativas pessimistas em relação aos próximos meses", de acordo com a Fundação Getulio Vargas.

Os autores do estudo atribuíram a queda do índice aos temores gerados no Brasil pela crise financeira global e pela possível recessão em importantes mercados para as exportações brasileiras.

O Índice de Situação Atual, um dos que compõem o índice de confiança e que reflete a opinião dos industriais sobre a atual conjuntura econômica, caiu 22,2% em novembro, após perder 7,7% em outubro.

O Índice de Expectativas, que abrange os próximos seis meses, caiu 16,5% em novembro após queda de 10,9% em outubro.

O estudo também mostrou que o nível de uso da capacidade instalada da indústria caiu para 85,2% em novembro, após ter sido de 86,3% em outubro e ficou em seu pior nível desde abril, quando era de 85,1%. EFE cm/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.