Tamanho do texto

SÃO PAULO (Reuters) - A confiança da indústria brasileira melhorou em outubro, alcançando o maior patamar desde setembro do ano passado, enquanto o uso da capacidade instalada também aumentou, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta quarta-feira. O índice subiu 2,7 por cento sobre setembro, para 112,2 pontos, com ajuste sazonal.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237577586367&_c_=MiGComponente_C

Sobre outubro de 2008, a alta foi de 7,4 por cento, na primeira taxa positiva em 13 meses, "comparação favorecida pelo fato de que a coleta de dados de outubro de 2008 já estava influenciada pelo aprofundamento da crise financeira internacional, ocorrida a partir de meados do mês anterior", segundo a FGV.

O componente sobre a situação atual aumentou 1,4 por cento em outubro, para 111 pontos, e o de expectativas subiu 4,2 por cento, para 113,5 pontos, maior leitura desde agosto de 2008.

O nível de utilização da capacidade instalada (Nuci) com ajuste sazonal aumentou para 82,9 por cento em outubro, ante 81,9 por cento em setembro. Foi o maior patamar desde novembro do ano passado.

(Reportagem de Vanessa Stelzer)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.