Tamanho do texto

As empresas aéreas preveem um ano de aperto. Com a concorrência aumentando, ninguém quer abrir mão dos projetos de expansão, e o País deve fechar o ano com aumento na oferta de assentos, o que deve se refletir em preços mais baixos.

"Será o ano do cliente", disse o presidente da Gol, Constantino Junior, durante o evento Fórum Panrotas - Tendências do Turismo 2009. TAM, WebJet, OceanAir, Azul e Trip disseram que vão manter seus investimentos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.