Tamanho do texto

SÃO PAULO - O diretor de crédito e cobrança do banco Itaú para os segmentos de veículos e imobiliário, Marcos Vanderlei Ferreira, afirmou hoje que a concessão de crédito deve retornar aos patamares de 2008, antes da crise, ainda neste ano. Principalmente quanto ao crédito imobiliário, segundo ele, existe um grande espaço para o Brasil crescer. "Os desafios nos próximos anos será encontrar alternativas de funding além da poupança", disse o diretor durante evento sobre crédito promovido em São Paulo. Ainda sobre o cenário futuro, ele afirmou que o spread bancário (a diferença entre as taxas de captação e as taxas cobradas pelos bancos aos clientes) deve cair."O spread tem tido queda significativa desde 2008.

SÃO PAULO - O diretor de crédito e cobrança do banco Itaú para os segmentos de veículos e imobiliário, Marcos Vanderlei Ferreira, afirmou hoje que a concessão de crédito deve retornar aos patamares de 2008, antes da crise, ainda neste ano. Principalmente quanto ao crédito imobiliário, segundo ele, existe um grande espaço para o Brasil crescer. "Os desafios nos próximos anos será encontrar alternativas de funding além da poupança", disse o diretor durante evento sobre crédito promovido em São Paulo. Ainda sobre o cenário futuro, ele afirmou que o spread bancário (a diferença entre as taxas de captação e as taxas cobradas pelos bancos aos clientes) deve cair."O spread tem tido queda significativa desde 2008. A inadimplência também cai, mas não nesta velocidade". Para ele, um dos grandes problemas enfrentados pelos bancos é descobrir como maximizar a rentabilidade em um cenário de queda no spread, e isso passa pela gestão do risco, tendo em vista o retorno. "É importante ter assertividade na concessão de crédito", explicou. Ferreira disse ainda que o"monitoramento dos preços de imóveis tem sido outro desafio e preocupação ao setor financeiro como um todo, até para o Brasil não repetir o que ocorreu nos Estados Unidos e desencadeou a crise". (Karin Sato | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.