Tamanho do texto

Brasília, 13 - O gerente de Avaliação de Safra, Eledon Pereira de Oliveira, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), estimou hoje que entre 80% e 90% da área destinada ao milho de verão no Rio Grande do Sul já foi semeada. No Paraná, 70% das lavouras já foram cultivadas e nas demais regiões do País o plantio chega a 50%.

Conforme Pereira de Oliveira, existe um atraso no plantio da safra de milho do Centro-Oeste porque a chuva atrasou o período de plantio por 15 a 20 dias.

Ao participar de um debate no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em Brasília, o gerente disse que há uma preocupação quanto ao plantio da segunda safra de milho, que é plantada a partir de janeiro. Segundo ele, existe um indicativo de redução na área de milho safrinha. "Os baixos preços e a crise de crédito devem comprometer o plantio", afirmou.

Ele disse que outro fator de desestímulo ao plantio de milho é o recuo expressivo no volume exportado do cereal. Previsão inicial da Conab era de embarque de 11 milhões de toneladas do produto em 2008, resultado similar ao registrado no ano passado. Pereira de Oliveira comentou, no entanto, que a previsão atual é de embarque de 5,2 milhões de t. "Talvez não seja possível chegar a esse número", declarou.

O gerente de Avaliação de Safra explicou que a produção recorde mundial de trigo fez muitos compradores desistirem da compra do milho brasileiro. Ele ressaltou que a produção de milho em Mato Grosso está sendo comercializada por R$ 11 a saca de 60 kg, que é o mínimo de garantia estabelecido pelo governo. A partir de janeiro de 2009, o mínimo será reajustado para R$ 13,20 a saca.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.