Tamanho do texto

BRASÍLIA - A Comissão especial que analisa a reforma tributária aprovou na noite desta quarta-feira o parecer apresentado pelo relator Sandro Mabel (PR-GO), resalvado os destaques que visam alterar o texto. Votaram contra o parecer oito deputados: três do DEM, três do PSDB, um do PPS e um do PSOL.

Os parlamentares dos partidos da base governista votaram todos a favoráveis ao texto do relator da reforma tributária. A oposição votou fechada contra o parecer, com oito votos contra. Ao todo foram apresentado 125 destaques para mudar o texto, a grande maioria destaques simples.

Seis dos destaques de bancada foram retirados, assim como vários destaques individuais, que deverão ser votados em globo, ou seja de uma única vez. Já os de bancada têm que ser votado um a um.

De acordo com o vice-líder do governo, deputado Ricardo Barros (PP-PR), ficaram menos de dez destaques de bancada para serem votados. Ele disse que o objetivo do governo é concluir a votação de todos os destaques esta noite, para que o texto esteja pronto e seja levado à discussão e votação, em dois turno, no plenário da Câmara.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.