Tamanho do texto

Brasília, 3 mar (EFE).- As trocas comerciais entre Argentina e Brasil seguiram em queda livre durante o primeiro bimestre deste ano, período no qual se reduziram em mais de 40%, segundo dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior divulgados hoje em Brasília.

De acordo com o ministério, as exportações do Brasil para seu principal parceiro regional somaram US$1,33 bilhão em janeiro e fevereiro, o que representa uma queda de 46,5% em relação ao primeiro bimestre de 2008.

As exportações argentinas para o Brasil sofreram uma redução parecida, chegando a US$ 1,27 bilhão, uma queda de 41,1% em relação aos dois primeiros meses do ano passado.

Segundo o Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, cerca de 10% dos produtos exportados para a Argentina foram afetados por recentes medidas adotadas do Governo vizinho devido à crise global.

Essas medidas, tachadas de "protecionistas" pelo Brasil, foram discutidas durante uma reunião em Brasília por ministros de ambos os países, que combinaram a criação de um grupo de trabalho para analisar o assunto. EFE ed/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.