Tamanho do texto

SÃO PAULO -As revendas de veículos manteve-se praticamente estável em janeiro no Estado de São Paulo, com 136.312 negócios realizados. De acordo com a Associação dos Revendedores de Veículos Automotores no Estado de São Paulo (Assovesp), foi verificado um leve aumento de 0,65% na comparação com dezembro. A restrição ao crédito e a desvalorização dos produtos foram os principais responsáveis pelo fraco desempenho do setor, avalia a Assovesp.

Em relação a janeiro de 2008, a queda nos negócios foi de 17,81%. Segundo a associação, a maioria das vendas (75,4%) envolveu carros populares (motorização 1.0) no primeiro mês do ano. As vendas financiadas representavam 56% do total em dezembro e subiram para 68% em janeiro. Também aumentou o prazo de financiamento, de 43 meses para 51 meses, na mesma base de comparação.

As vendas de motocicletas usadas caíram 3,35%, totalizando 7.212 unidades, assim como os negócios envolvendo caminhões, com retração de 29,35%, somando 3.182 unidades.

Em média, os carros desvalorizaram 4,58%, com populares depreciando 4,54%; importados, caindo 6,03%; carros a álcool, -4,28%, e flex fuel, -5,47%. Caminhões depreciaram-se 1,95% e motos, 2,88%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.