Tamanho do texto

Campanha da marca Topper é destaque no Cannes Predictions, evento que aponta prováveis vencedores do festival, que começa domingo

No Brasil, o rugby não é um “criador de multidões”, como dizia Nelson Rodrigues sobre o futebol. Mas, enquanto agências nacionais apostam no futebol para brilhar no festival de publicidade de Cannes , é o rugby que inspira uma campanha considerada favorita. “Rugby – isso ainda vai ser grande no Brasil”, da marca Topper, foi o destaque brasileiro no Cannes Predictions, evento que aponta favoritos aos Leões de Ouro que serão distribuídos na Riviera Francesa, a partir de domingo.

O Cannes Predictions, realizado esta semana na Escola Superior de Propaganda e Marketing (São Paulo), acertou a maioria dos palpites nas edições passadas do prêmio. Para 2011, numa lista de cinco filmes com boas chances, os especialistas incluíram dois que fazem parte da campanha da Topper: um na segunda e outro na quarta colocação. No primeiro lugar, ficou um comercial feito para a Volkswagen pela agência alemã Deutsch, estralado por um garotinho vestido como o vilão Dart Vader, de Guerra nas Estrelas .

Veja abaixo o vídeo que explica a campanha (em inglês) :


No final do de 2009, a Topper anunciou uma parceria com a Associação Brasileira de Rugby. Foi a primeira vez que as seleções brasileiras (masculina e feminina) conseguiram um patrocínio de marca esportiva. O primeiro vídeo foi ao ar em março de 2010. Desde então, a ação conseguiu impulsionar o esporte. O número de atletas federados saltou de 2 mil para 10 mil. Em janeiro, houve a primeira transmissão ao vivo de um jogo de rugby, em TV por assinatura e, pela primeira vez, a seleção brasileira venceu a argentina. No segundo semestre do ano passado, as campanhas foram elogiadas publicamente pelo então presidente Lula.

O rugby voltará a integrar o quadro de modalidades oficiais nas Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro – fato que não acontece desde 1928, nos jogos de Amsterdã. Assista aos comerciais da Topper nesse link .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.