Tamanho do texto

O Banco Central Europeu (BCE) anunciou na manhã desta terça-feira nova injeção de recursos no sistema financeiro da eurozona: 70 bilhões de euros. O montante se soma aos 30 bilhões de euros que a instituição dispôs ontem aos bancos na região da moeda comum.

Acordo Ortográfico O Banco da Inglaterra (BOE, na sigla em inglês) também comunicou a intenção de injetar 20 bilhões de libras no mercado monetário britânico, seguindo a decisão de ontem, de adicionar 5 bilhões de libras ao sistema financeiro por meio de linhas de crédito de três dias.

Os bancos centrais no mundo estão agindo para prover liquidez uma vez que a turbulência financeira acabou restringindo os money markets (mercados financeiros nos quais os recursos são emprestados no curto prazo).

Ontem, as praças acionárias internacionais registraram fortes quedas depois do colapso do banco de investimentos Lehman Brothers e a compra do Merrill Lynch pelo Bank of America (BofA), o que trouxe mais dúvidas com relação à saúde do segmento financeiro.

Estados Unidos

O Federal Reserve (Fed, banco central americano) injetou nesta terça-feira mais US$ 50 bilhões no sistema financeiro dos EUA, em uma tentativa de manter a liquidez dos mercados.

O Banco do Federal Reserve de Nova York injetou o dinheiro através de acordos de recompra de dívida, como havia feito na segunda-feira em um montante de US$ 70 bilhões.

Leia mais sobre a tentativa de dar liquidez aos mercados

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.