Tamanho do texto

Chris Hughes, um dos principais nomes por detrás da primeira campanha de Barack Obama, decidiu apostar no meio impresso

Chris Hughes é um dos cofundadores do Facebook junto de Eduardo Saverin e Mark Zuckerberg
Reprodução
Chris Hughes é um dos cofundadores do Facebook junto de Eduardo Saverin e Mark Zuckerberg
Chris Hughes, um dos cofundadores da rede social Facebook, adquiriu uma participação majoritária na revista política americana "The New Republic", anunciou nesta sexta-feira a publicação de quase um século de tradição. Hughes afirmou em carta publicada no site da revista que "o dano causado pela tecnologia aos formatos tradicionais de meios de comunicação levou muitos a acreditarem que os pilares do pensamento independente estão em queda".

Leia também: Quanto valem suas informações no Facebook?

No entanto, o jovem de 28 anos explicou que decidiu apostar em um meio como a "The New Republic", ainda que a maioria das pessoas opine que "não há suficientes leitores interessados no jornalismo sério e na análise". Hughes - um dos quatro cofundadores do Facebook junto com o brasileiro Eduardo Saverin, Dustin Moskovitz e o executivo-chefe da rede social, Mark Zuckerberg - não revelou a quantia de seu investimento na revista e disse que manterá Richard Just como redator-chefe.

O novo acionista majoritário da publicação é um conhecido ativista a favor do Partido Democrata americano e em 2007 decidiu abandonar o Facebook e dedicar-se a arrecadar fundos através da internet para a campanha eleitoral do atual presidente, Barack Obama.

Hughes depois lançou em 2010 a rede social Jumo, uma plataforma que pretende servir de ponte entre internautas e fundações, ONGs e organizações sociais. A "The New Republic", fundada em 1914 e com sede em Washington, é considerada uma das publicações mais prestigiadas dentro da corrente de pensamento político progressista nos Estados Unidos.

    Leia tudo sobre: Facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.