Tamanho do texto

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), ligado ao Ministério de Minas e Energia, avaliou em reunião realizada na segunda-feira que estão garantidas as condições de abastecimento energético do sistema interligado brasileiro. Há plena segurança de atendimento, diz nota divulgada pelo ministério.

A maioria dos reservatórios que abastecem as usinas hidrelétricas no País apresenta "condições favoráveis" de armazenamento de água. Segundo dados do Operador Nacional do Sistema (ONS) divulgados pelo ministério, os reservatórios das regiões Sudeste e Centro-Oeste devem atingir 81,5% de sua capacidade no fim deste mês, caso sejam confirmadas as previsões de chuva. No Nordeste, o nível deverá chegar a 78,7%; no Norte, a 95,3%; e no Sul, a 64,3%.

Ainda segundo dados do ONS, houve redução do volume de chuvas na segunda quinzena de fevereiro, mas ainda há expectativa de chuvas para o período úmido, que termina entre os meses de março e abril. Para o próximo trimestre, a previsão é de que as chuvas ocorrerão de acordo com a média histórica.

Exportação

O Brasil exportou para o Uruguai 360 megawatts (MW) médios de energia, no período de 12 de fevereiro a 8 de março, segundo dados do Ministério de Minas e Energia apresentados na reunião do CMSE.

Horário de verão

Na mesma reunião, também foram apresentados os resultados consolidados da última edição do horário de verão. Segundo o ministério, de 19 de outubro de 2008 a 14 de fevereiro de 2009, houve uma redução de 1.541 MW na demanda de energia nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, o que representa cerca de 4,2% do total.

Na região Sul, a redução foi de 478 MW, representando 4,7% do total. A economia de energia no Sudeste e Centro-Oeste equivale ao dobro do consumo da cidade de Brasília e, no Sul, ao triplo da carga de Florianópolis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.