Tamanho do texto

BRASÍLIA - O Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou a criação de correspondentes bancários em moeda nacional, no Brasil, por bancos estrangeiros. E os bancos poderão pagar ordens de pagamento em reais emitidas por bancos no exterior.

A medida tem o objetivo de facilitar as trocas nas operações de comércio exterior.

Segundo o gerente de Câmbio e Capitais Estrangeiros do Banco central (BC), Geraldo Magela, os correspondentes bancários em reais serão semelhante aos correspondentes de bancos brasileiros no exterior para a execução de ordens de pagamento em moeda estrangeira.

Ele disse que a novidade vai facilitar, por exemplo, a operação de um importador na China, que poderá adquirir reais em seu país e mandar a ordem de pagamento a um banco instalado no Brasil.

A medida não deve ter impacto no mercado de câmbio, assinalou ele, "porque o banco no exterior terá que vender moeda estrangeira para comprar reais em seu país".

Magela explicou ainda que o CMN autorizou o recebimento em reais nos pagamentos de produtos exportados daqui, independentemente da moeda em que a venda for registrada no Siscomex. Até agora, só era permitido o recebimento de exportações em reais quando o registro da venda externa era efetuado também em reais.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.