Tamanho do texto

A Chrysler planeja cortar mil empregos até 30 de setembro, de acordo com um memorando enviado aos empregados pela diretoria de recursos humanos da montadora. Os cortes serão acrescentados aos que já foram anunciados pela empresa.

O documento informa que "ações adicionais devem ser tomadas" para melhorar o negócio e aumentar a lucratividade, por causa da "continuada deterioração no mercado automobilístico dos Estados Unidos".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.