Tamanho do texto

A virada resultou de uma forte recuperação das exportações do país

A China obteve um superavit comercial de US$ 1,68 bilhão em abril, contra um deficit de US$ 7,24 bilhões em março, segundo comunicou o website do governo, citando a Administração Geral da Alfândega. As compras externas totalizaram US$ 118,24 bilhões em abril, enquanto as exportações somaram US$ 119,92 bilhões.

Embora o retorno mais rápido do que o esperado ao superavit comercial possa trazer de volta a pressão para que a China permita a valorização do yuan, há também o risco de que essa medida e as elevações na taxa de juros sejam adiadas por causa da atual turbulência nos mercados financeiros internacionais.

Muitos economistas esperavam um segundo deficit comercial consecutivo em abril, depois de a balança chinesa ter apresentado em março o primeiro resultado negativo em seis anos. Numa pesquisa com 11 economistas, a mediana das expectativas apontava para um deficit de US$ 1,44 bilhão no mês passado.

Os dados resultaram de uma explosão das exportações, que cresceram 30,5% em relação a abril do ano passado, acima da expectativa de um aumento de 29,1% e da expansão de 24,3% verificada em março. Já as importações aumentaram 49,7%, abaixo da previsão dos economistas, de um crescimento de 52,3%, e da elevação de março, que foi de 66% sobre o mesmo mês do ano passado. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.