Tamanho do texto

Pequim, 1 set (EFE).- A China espera produzir este ano 511 milhões de toneladas de cereal, um aumento de 2% em relação a 2007, segundo dados oficiais publicados hoje.

É o quinto ano consecutivo de crescimento na produção de grãos que, mesmo assim, não conseguirá abastecer a demanda prevista para 2008, de 518 milhões de toneladas, segundo dados publicados anteriormente.

"Estimamos que a colheita deste ano chegará a 511,5 milhões de toneladas, 10 milhões a mais que em 2007", assinalou hoje o subdiretor do centro de informação estatal sobre cereais, Yang Weilu, em declarações ao diário "Securities Journal".

Segundo o especialista, o preço do cereal, que disparou no ano passado, não terá maiores oscilações devido ao controle por parte do Governo e a um aumento da reserva paralela a da produção.

Segundo estatísticas do Ministério da Agricultura, a China se auto-abastece de cereal em 95% para alimentar à maior população do mundo, de 1,3 bilhão de habitantes, embora países ocidentais como os Estados Unidos culpem o crescimento de economias como a chinesa e a indiana pela escassez de cereal no mundo. EFE mz/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.