Tamanho do texto

A cesta básica do paulistano ficou 11,30% mais cara em 2008, segundo pesquisa Procon/Dieese divulgada ontem. O preço médio da cesta, que encerrou 2007 em R$ 258,58, passou para R$ 287,80 no fim de 2008.

A higiene pessoal teve alta mais significativa, 20,43%, seguido por limpeza, com 16%.

A alimentação subiu 9,78%. O item que mais pressionou a inflação foi o arroz tipo 2. O pacote de 5 quilos subiu 36,60%. Outra alta significativa foi da cebola: o quilo do produto subiu 31,88%. As principais quedas na alimentação ocorreram no feijão carioquinha, com 36,36%; da batata, 17,68%; e do alho, 12,25%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.