Tamanho do texto

A fundação mantida pelo diretor americano Steven Spielberg está entre as vítimas do fundo de investimentos fraudulento do gerente financeiro Bernard Madoff, que pode ter causado prejuízos de até 50 bilhões de dólares.

Ainda não se sabe se o diretor possuía ativos pessoais investidos nos fundos gerenciados por Madoff. A Fundação Wunderkinder, mantida por Spielberg, sofreu perdas consideráveis em conseqüência do golpe, segundo informações do Wall Street Journal.

O WSJ indicou que cerca de 70% do dinheiro da fundação foi entregue à empresa de Madoff, que da noite para o dia se transformou em objeto de investigação em um dos maiores casos de fraude financeira da história dos Estados Unidos.

Além disso, o jornal cita pessoas próximas ao caso, afirmando que Jeffrey Katzenberg, sócio de Spielberg nos estúdios de animação Dreamworks, estima ter perdido "milhões em aplicações relacionadas ao caso Madoff".

O WSJ escreve que Katzenberg e Spielberg eram os únicos clientes do lendário consultor financeiro de Hollywood Jerry Breslauer, que indicava investimentos nos fundos de Madoff desde 2004.

Bernard Madoff foi preso na semana passada e confessou ter fraudado investimentos no valor de 50 bilhões de dólares, em um esquema que ruiu depois que vários clientes começaram a pedir o resgate do dinheiro investido devido à crise financeira.

As autoridades americanas afirmaram que Madoff costumava retornar lucros esplêndidos a seus clientes, utilizando o dinheiro de investidores novos para pagar os antigos, esquema conhecido como "fraude pirâmide".

O golpe funcionou enquanto Madoff conseguia atrair novos clientes, mas com a chegada da crise menos pessoas estiveram dispostas a começar um investimento, e cada vez mais retiram seus ativos do mercado financeiro, o que gerou o colapso do esquema.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.