Tamanho do texto

A Maclaren, fabricante inglesa de carrinhos de bebê, decidiu estender aos consumidores brasileiros o recall que começou a fazer nos Estados Unidos. A partir da semana que vem, a empresa vai distribuir aos clientes uma capa protetora para a dobradiça do carrinho - a peça causou a mutilação de dedos de 12 crianças americanas.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237573761356&_c_=MiGComponente_C

Para receber o kit, o consumidor precisa em entrar em contato com a Brasbaby, importadora dos produtos Maclaren no Brasil, pelo telefone (11) 3361-3744 ou pelo e-mail brasbaby@brasbaby.com.br. A empresa faça informou que vai avisar os clientes assim que as peças chegarem ao Brasil.

Embora tenha sido notificada pelo Procon de São Paulo na terça-feira, a Maclaren não foi obrigada a fazer o recall. Tanto nos EUA quanto aqui, a empresa agiu de forma voluntária. "O recall só seria compulsório se fosse detectado algum defeito no carrinho, o que não existiu", afirma Gilberto Oliveira, gerente administrativo da Brasbaby.

As mutilações aconteceram, segundo a Brasbaby, por conta de mau uso do produto. Elas ocorriam enquanto os pais abriam ou fechavam o carrinho e a criança colocava o dedo entre a dobradiça. "Mas o manual dizia que o bebê não deveria sequer estar próximo ao produto nesse momento", diz Oliveira.

Leia mais sobre: recall

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.