Tamanho do texto

Estudo prevê que serão criadas 16,2 mil oportunidades no período

As férias de julho vão estimular a abertura de vagas temporárias no Brasil, principalmente nos setores de lazer, entretenimento, indústria e comércio. Os dados são da Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem).

De acordo com o estudo, elaborado pelo Instituto de Pesquisa Manager (Ipema) a pedido da Asserttem, 16,2 mil oportunidades serão criadas no mês de julho, o que representa um aumento de 8% em relação ao registrado em 2010.

Só nos segmentos de lazer e entretenimento, devem ser criados 12.150 empregos temporários distribuídos em parques temáticos e de diversão, clubes, hotéis, pousadas, acampamentos, bares e restaurantes. As funções são para atendimento, monitores, operadores de brinquedos, garçons e serviços de quarto de cozinha. Os salários variam de R$ 40 a R$ 150 por dia trabalhado.

Já os setores da indústria e comércio, segundo o levantamento, vão disponibilizar 4.050 oportunidades nas áreas de lazer, marketing promocional e eventos. As vagas são para linha de produção, degustação e promotores de venda. A remuneração varia de R$ 650 a R$ 1.500 por dia.

Na comparação com 2010, as vagas nos setores de lazer e entretenimento aumentaram 15,7%. Por outro lado, na área da indústria e comércio, as oportunidades diminuíram 10%.

As regiões brasileiras que mais devem abrir vagas no período são a Sudeste e Nordeste, com respectivamente 8.294 e 3.167 novos empregos. Em relação aos Estados, os que devem apresentar maior volume de vagas temporárias são: São Paulo (4.910), Minas Gerais (1.823) e Rio de Janeiro (1.234).

O levantamento ainda aponta que 10% dos contratados devem ser efetivados em ambos os segmentos. Em 2010, esse percentual foi de 15%, nos segmentos de lazer e entretenimento, e de 18% nos setores da indústria e comércio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.