Tamanho do texto

Salário dos CEOs avançou 7% e dos demais executivos, 3,4%

O salário base dos CEOs das empresas brasileiras cresceu 7% este ano e o ganho total, que considera o salário e o bônus avançou 5,9%, de acordo com estudo da consultoria Hay Group. Os demais executivos tiveram um crescimento de 3,4% no salário base e 0,5% no total.

O levantamento – que analisou as informações de 3129 executivos, de 256 organizações em seis macro setores – mostra que o pagamento de incentivos de curto prazo teve leve queda em relação a 2009, representando 108% do salário base anual para os CEOS e 53% para os demais executivos. Isso coloca o Brasil entre os países que oferecem os maiores bônus do mundo, quando analisado o percentual da remuneração anual.

Já os incentivos de longo prazo são praticados por 60% das empresas entrevistadas, avanço de 12% em relação a 2009. Dentre as que adotam essa modalidade, 55% são companhias de capital estrangeiro. A amostra também revela que em 2010 o número de funcionários elegíveis para este tipo de remuneração aumentou 12% em relação ao ano anterior.

Diante da melhora do cenário este ano, a expectativa é que no próximo ano a remuneração dos executivos seja maior, alavancada pelos aumentos salariais acima da inflação e pelo crescimento da demanda por retenção.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.