Tamanho do texto

Cursos de idiomas e voltados para a hotelaria são destaques

Enquanto a África do Sul se despede dos últimos turistas que visitaram o país por conta da Copa do Mundo, o Brasil se prepara para recebê-los daqui a quatro anos. E para que a vinda dos estrangeiros forneça não apenas gordas divisas, mas deixe uma boa impressão, o governo federal está disponibilizando diversos cursos de capacitação que vão de gestão ao ensino de idiomas.

Um desses programas é o Copa na Mesa , do Ministério do Turismo em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) . É importante começar a capacitação desde já, afirma Marcos Brozinga, gerente-executivo da Abrasel/SP.

Ele explica que serão oferecidos cursos gratuitos para funcionários dos estabelecimentos do setor. Serão aulas sobre gestão, segurança alimentar e tradução do cardápio para inglês e espanhol. O objetivo é estruturar os bares e restaurantes para receberem bem o visitante, comenta. 

Idiomas - Já o programa Olá, turista , do Ministério do Turismo, em parceria com a Fundação Roberto Marinho, vai oferecer cursos gratuitos e a distância de idiomas. As inscrições para Estados como Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Distrito Federal terminam em 30 de julho.

Escolas privadas também estão pegando carona com a Copa e lançando programas especiais de aprendizado. É o caso da UNS Idiomas, que terá um pocket book (livro de bolso, em inglês) que será parte do material didático para seus alunos, com as principais expressões no idioma.

Esse material foi desenvolvido para ensinar as situações para alunos que almejam trabalhar durante os eventos esportivos. Contam como orientar um turista a pegar um táxi, a fazer um check-in em hotel de acordo com as particularidades brasileiras, como atender o pedido de uma refeição, entre outras, explica Carlos Coelho, gerente de expansão da rede.  

Proteção à criança - Aliado aos projetos de fomento ao turismo está também um, em especial, contra a exploração infantil. A partir deste mês, gestores públicos de Goiânia recebem informações sobre como prevenir casos de exploração sexual de crianças e adolescentes no turismo. A iniciativa faz parte da ação Turismo Sustentável e Infância (TSI). O evento já passou pelas regiões Norte e Nordeste. No próximo dia 20, será a vez dos estados do Sul. Os cursos integram a primeira etapa do Projeto de Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Turismo.

Segundo a Embratur, apenas neste ano, o Brasil deverá receber mais de cinco milhões de turistas estrangeiros. Número que subirá para oito milhões em 2014 e 11 milhões em 2020.

Leia também:
- Setor de infraestrutura deverá empregar mais para Copa e Olimpíada
- Programa qualifica 306 mil profissionais para a Copa
- Uneb abre cursos focados na Copa e nas Olimpíadas

Leia mais sobre empregos

Siga o iG Empregos no Twitter

Receba as atualizações do iG Empregos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.