Tamanho do texto

Pressão e desequilíbrio entre vida pessoal e profissional são aspectos determinantes para insatisfação dos funcionários

Profissionais de serviços, água e saneamento e agropecuária são os mais contentes
Thinkstock
Profissionais de serviços, água e saneamento e agropecuária são os mais contentes

Os profissionais que atuam no setor de serviços são os mais satisfeitos com suas qualidade de vida. É o que mostra uma pesquisa realizada pela Love Mondays, site de carreiras em que funcionários emitem opiniões anônimas sobre seu local de trabalho.

O levantamento foi realizado a partir de 3.139 opiniões de funcionários sobre qualidade de vida em seus empregos. Eles deram notas de 1 a 5 sobre sua satisfação.

Enquantos os trabalhadores de serviços (3,86), água e saneamento (3,59) e agropecuária (3,57) são os mais contentes com sua qualidade de vida no trabalho, os profissionais de transportes e logística (2,92), varejo (2,91) e consultoria e contabilidade (2,69) são os mais insatisfeitos.

Leia também:  Profissionais especialistas são menos inovadores, diz estudo

Pressão excessiva, desequilíbrio entre vida pessoal e profissional, falta de reconhecimento e liderança fraca são os aspectos mais determinantes para os funcionários estarem insatisfeitos com a sua qualidade de vida no trabalho.

Já os funcionários que estão satisfeitos mencionam o bom ambiente de trabalho, oportunidades de progressão na carreira e o reconhecimento pelo seu desempenho profissional como fatores positivos.

“Os dados deixam claro que sentir-se valorizado no ambiente profissional pesa muito para se ter qualidade de vida no trabalho. É um ponto importante a ser considerado pelas empresas que querem se destacar nesse aspecto”, afirmou, em nota, Luciana Caletti, CEO da Love Mondays.

MAIS: Veja 7 profissões ainda desconhecidas