Tamanho do texto

Grupos ainda enfrentam dificuldades em seu mercado doméstico, mas devem se beneficiar de forte desempenho em mercados emergentes

Loja do Carrefour: vendas melhores no terceiro trimestre
Getty Images
Loja do Carrefour: vendas melhores no terceiro trimestre
As varejistas francesas Carrefour e Casino devem apresentar esta semana vendas maiores para o terceiro trimestre, com investidores buscando pistas sobre a confiança dos consumidores em meio à lenta recuperação econômica.

Os dois grupos ainda enfrentam dificuldades em seu mercado doméstico, enquanto os consumidores gastam menos em função da crise, mas devem se beneficiar de forte desempenho em mercados emergentes na América Latina e na Ásia, além de efeitos cambiais positivos e fraca base de comparação com igual período do ano passado.

No Brasil, a rede Casino detém 36,7% do capital total do Grupo Pão de Açúcar, cujas vendas líquidas totalizaram R$ 6,98 bilhões no trimestre encerrado em junho.

Já o Carrefour, por não ter capital aberto no Brasil, não divulga dados de vendas no país. Entretanto, segundo dados da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), a rede supermercadista teve receita de R$ 25,6 bilhões em 2009, perdendo apenas para o Pão de Açúcar.

O Carrefour deve registrar um aumento de 6,2% nas vendas do terceiro trimestre, somando R$ 25,52 bilhões, segundo pesquisa da Reuters com 12 analistas.

No mês passado, a varejista anunciou um plano de 1,5 bilhão de euros para reformular sua rede europeia de hipermercados, segmento para o qual analistas aguardam certos avanços. Alguns desses profissionais, contudo, consideram prematuras melhoras neste momento, considerando que as vendas em agosto costumam ser fracas.

O plano para hipermercados integra uma estratégia de três anos do Carrefour, que prevê economia de custos de 4,5 bilhões de euros, principalmente no mercado europeu.

O Carrefour estima que o Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) salte para cerca de 3,1 bilhões de euros em 2010, decorrente de controle de custos e maiores vendas em mercados emergentes.

Já o Casino deve registrar vendas de 7,22 bilhões de euros para o trimestre encerrado em setembro, o que significaria uma alta de 1,5% sobre um ano antes, conforme pesquisa da Reuters com 11 analistas.

O grupo ocupa a quinta posição entre as varejistas francesas, atrás de Carrefour, Leclerc, Intermarche e Auchan.

Analistas esperam ver se a estratégia de corte de preços nos hipermercados da rede finalmente começarão a trazer resultados. O mercado também aguarda novidades sobre os planos de expansão do Casino, que estaria entre os interessados nas operações do Carrefour na Tailândia, avaliadas em US$ 600 milhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.