Tamanho do texto

A emissão de ações faz parte da estratégia do Banco do Brasil de aumentar o capital, o que lhe permitiria elevar o seu Índice de Basileia e garantir o crescimento da carteira de crédito, que no fim do ano passado chegou a R$ 300,829 bilhões, com um crescimento de 33,8% em relação a 2008. O aumento dos empréstimos permitiu ao BB obter um lucro líquido de R$ 10,148 bilhões em 2009, 15,2% mais que em 2008 e o mais alto de um banco na história do País.

A emissão de ações faz parte da estratégia do Banco do Brasil de aumentar o capital, o que lhe permitiria elevar o seu Índice de Basileia e garantir o crescimento da carteira de crédito, que no fim do ano passado chegou a R$ 300,829 bilhões, com um crescimento de 33,8% em relação a 2008. O aumento dos empréstimos permitiu ao BB obter um lucro líquido de R$ 10,148 bilhões em 2009, 15,2% mais que em 2008 e o mais alto de um banco na história do País.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.