Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Camargo Corrêa celebrou hoje um acordo com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), no qual se compromete a não interferir na administração da subsidiária brasileira da Cimpor até que o órgão termine a análise dos efeitos, no Brasil, da compra de participação de 31,2% no capital da empresa portuguesa pela sua controlada Camargo Corrêa Cimentos.

O objetivo do acordo é evitar que haja alteração na estrutura de concorrência do mercado brasileiro durante o período de análise pelo Cade.

(Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.