Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Caixa Econômica Federal (CEF) poderá desembolsar até R$ 2,4 bilhões na compra de carteiras de crédito de bancos pequenos. As aquisições, inicialmente orçadas em R$ 800 milhões, deverão ocorrer no âmbito da circular 3.

407 do Banco Central, que permite a utilização de até 40% do montante recolhido em compulsório dos depósitos a prazo para a aquisição das carteiras, com o objetivo de prover liquidez aos bancos menores e uma melhor rentabilidade aos recursos dos grandes.

Segundo a assessoria de imprensa da Caixa, o banco tem hoje disponíveis R$ 800 milhões para as operações, que já tem negociações adiantadas e devem ser anunciadas até a próxima sexta-feira. No entanto, o valor poderá triplicar, ainda de acordo com a assessoria.

O também estatal Banco de Brasil informou apenas que já fechou a compra de algumas carteiras, porém preferiu não dar maiores detalhes, alegando questões concorrenciais. Líder do segmento de consignado, o BB tinha em 30 de junho deste ano uma carteira de R$ 14 bilhões neste modalidade.

Procurados pela reportagem, Unibanco e Bradesco confirmaram apenas terem interesse na aquisição das carteiras. A assessoria do Itaú informou que o banco ainda não se posicionou oficialmente sobre o tema.

(Murillo Camarotto | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.