Tamanho do texto

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) adiou o julgamento da operação de compra da empresa Leão Júnior, fabricante do Mate Leão, pela Coca-Cola. Inicialmente, esse julgamento estava previsto para hoje.

O relator do processo, Paulo Furquim, informou que colocará a operação em julgamento depois que tiver recebido mais informações a respeito.

Por haver indícios de alta concentração no segmento de chás prontos para beber, as empresas assinaram um documento com o Cade pelo qual se comprometeram a manter independentes as estruturas de produção dessas bebidas até que seja feito o julgamento do negócio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.