Tamanho do texto

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, pressionou hoje os congressistas americanos a agir rapidamente sobre a legislação para resgatar o mercado financeiro, afirmando que algo substancial precisa ser feito para impedir que a crise de crédito se intensifique.

Falando na Casa Branca horas após um aparente acordo para o pacote de US$ 700 bilhões ter sido quebrado, Bush previu que os Republicanos e Democratas irão se unir no final. Mas ele não deu detalhes sobre as negociações.

"Isso é um trabalho difícil. Nossa proposta é uma grande proposta, e a razão para ser grande e substancial é que temos um grande problema", afirmou Bush. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.