Tamanho do texto

Rio de Janeiro, 17 mar (EFE).- O Brasil gerou 209.

425 novos empregos formais em fevereiro, um número recorde para esse mês e muito superior aos 9.179 empregos criados no mesmo período de 2009, quando o país ainda sofria os efeitos da crise econômica global, informou hoje o Ministério do Trabalho.

O número de empregos formais gerados em fevereiro também superou o do mesmo período de 2008 (204.963), que havia sido até então o melhor mês em matéria de emprego na história do país.

Segundo os dados do Ministério, em fevereiro foram registradas 1.526.321 contratações e 1.316.896 demissões.

Os números se referem aos empregos formais, ou seja, aos registrados oficialmente e que oferecem todas as garantias trabalhistas legais.

Em janeiro passado, o país já tinha gerado 181.419 empregos, um número igualmente recorde para o mês.

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, afirmou que os números mostram que o Brasil deixou para trás a crise global, que chegou a provocar uma redução do número de empregos formais no primeiro bimestre do ano passado.

"Este ano vamos gerar 2 milhões de empregos. Nada mede melhor a situação econômica do país que o mercado de trabalho", assegurou o ministro ao indicar que, após a queda de 0,2% sofrida pela economia brasileira no ano passado, a previsão é de forte crescimento para 2010.

O número de empregos gerados no primeiro bimestre deste ano chegou a 390.844, o que contrastou com os resultados do mesmo período do ano passado, quando as demissões superaram as contratações em 92.569. EFE cm/sa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.